Efraim Morais já prepara o anúncio de desistência de sua candidatura


O senador Efraim Moraes (DEM) está preparando o anúncio da sua desistência de tentar a reeleição nas eleições deste ano.
Segundo informações, Efraim já conversa com aliados sobre a saída da chapa e sobre o seu futuro político. A decisão se deu – como toda a Paraíba sabe – em virtude das denúncias publicadas na grande mídia, sobre contratação de funcionários fantasmas em seu gabinete.
Ainda segundo informações, Efraim disse que, em virtude das denúncias, sua reeleição ficou comprometida. Da mesma forma, ele diz que não tem mais apoio dentro da chapa – leia-se Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima – para permanecer pré-candidato.
A gota d'água para a decisão de Efraim foi o depoimento da sua secretária parlamentar, Rosemary Ferreira Alves de Matos, à Polícia Legislativa do Senado, esta semana. Durante o depoimento, Rosemary disse que o senador Efraim era o responsável pela indicação dos funcionários comissionados do gabinete. “A contratação se inicia com a indicação do futuro servidor pelo senador”, informou Rosemary.
Ela trabalha no Senado desde 2005 e é funcionária comissionada do gabinete desde julho do ano passado. A secretária teve o nome envolvido no escândalo depois de o contínuo Gilberto Rocha da Mota ter afirmado que Rosemary sempre pedia para que ele representasse funcionários nomeados por procuração, inclusive para a posse de Kelly Janaína Nascimento da Silva, 28 anos, e Kelriany Nascimento da Silva, 32 anos, funcionárias fantasmas do gabinete de Efraim que denunciaram a contratação irregular.
Fonte: Maispb

0 comentários:

Postar um comentário