Protesto em show de Zeca Baleeiro

A noite de ontem, no Ponto de Cem Réis, prometia. Os shows do maranhense Zeca Baleiro e do paraibano Toninho Borba, que fizeram parte da programação na penúltima noite do Projeto Estação Nordeste e que a Prefeitura de João Pessoa prometia ‘tremer’, foi carimbado por protestos. 

Os aprovados no concurso da saúde de João Pessoa no ano de 2010, cujas nomeações o prefeito Luciano Agra (PSB) vem se recusando a convocá-los, aproveitaram a oportunidade para fazer uma manifestação de repúdio a intenção do prefeito da Capital em aproveitar prestadores de serviço em detrimentos dos aprovados no concurso. 

Com faixas e cartazes, os concursados aproveitaram ainda para fazer panfletagem divulgando uma mobilização que ocorrerá no dia 7 de fevereiro de 2011 as 09h00 Praça Pedro Américo, em frente ao Paço municipal. 

Na última Quinta-feira (27) a Juíza da 7ª Vara da Fazenda da Capital, Flávia da Costa Lins, atendeu a ação civil pública movida esta semana pela Promotoria de Justiça do Patrimônio Público contra a Prefeitura da Capital que determinou que o governo municipal providenciasse, de imediato, a rescisão dos contratos temporários por “excepcional interesse público” para executar os serviços cujos cargos foram objeto do certame. 

Na sentença, a juíza concedeu um prazo de 20 dias para que a Prefeitura de João Pessoa nomeie todos os aprovados no concurso que estão dentro do número de vagas oferecidas pelo edital. 

Mesmo após tomar conhecimento da ação movida contra o município o Prefeito Luciano Agra declarou na tarde desta sexta-feira em uma rádio da capital que os aprovados serão contratados gradativamente, sendo dessa forma substituídos pelos prestadores de serviço. 

0 comentários:

Postar um comentário