Kassab diz que ninguém será punido por trocar de partido

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, concedeu coletiva à imprensa após lançamento do Partido Social Democrático, em Campina Grande. Durante suas declarações, o gestor paulistano fez questão de tranquilizar os políticos que pretendem ingressar na nova legenda e temem punições em relação à fidelidade partidária.

“A legislação eleitoral permite mudança partidária para políticos que aderirem como fundadores do partido”, afirmou.

Por outro lado, a situação tem um limite temporal para deixar “ilesos” os novos filiados. Segundo a legislação, depois de aceito pelo Tribunal Superior Eleitoral e publicada do Diário Oficial da União, não pode haver migração de outros partidos sem possíveis punições ao dissidente .

Durante toda a coletiva, Kasab teve a seu lado o vice-governador do Estado Rômulo Gouveia (PSDB), o deputado Manuel Ludgério (PDT) e o ex-vice-governador e atual Secretário de Articulação política, José Lacerda Neto (DEM).  


Redação

0 comentários:

Postar um comentário