Vereador de Santa Rita solta o verbo



O presidente da Câmara Municipal de Santa Rita, Anésio Miranda (PSB), rebateu hoje (25) as acusações do prefeito Netinho de Várzea Nova sobre um suposto esquema engendrado para tirá-lo do cargo, cintando o vereador socialista e outros colegas como mentores. Anésio alegou que o poder legislativo vem apenas cumprindo seu papel fiscalizador e que nunca fez negociatas com o ex-prefeito Reginaldo Pereira.



– Não houve parceria nem houve extorção. Ele (Netinho) que imperdir o Poder Legislativo de legislar. Nunca prestou contas nesta Casa nos nove meses que foi prefeito primeiro. Cadê o balancetes que nunca enviou para a Câmara? Não tive conversas pessoalmente, nem por telefone, para falar de política com Netinho.



O vereador foi duro ao criticar o comportamento do prefeito e disse que Netinho terá que provar as acusações.



– Ele devia falar das negociatas que ele fez para tirar Reginaldo e o que ele prometeu a muita gente. Alguns foram nessa conversa e outros não. Ele está querendo chantagear e amordaçar o legislativo. E ele tem provar, pois nós temos provas de que ele tentou corromper esse Poder para se manter onde está hoje. Ele tem que contar como tirou o poder de Reginaldo Pereira, pois se ele não contar, quem vai contar sou eu. Bandido é para ser desmoralizado.



Anésio Miranda também comentou uma fala atribuída ao prefeito de que ele temeria por sua vida.



– Soube que ele disse que temia a vida dele, mas ele devia temer a vida dele por uma overdose de cocaína. Ele tem que usar de forma moderada. Vereador nenhum vai ameaçar ninguém.




ParlamentoPB / Portal Santa Rita Verdade

0 comentários:

Postar um comentário