Polícia apreende maconha no valor de R$ 1,7 milhão em pizzaria

A polícia de Toronto, no Canadá, anunciou ter apreendido uma grande quantidade de maconha, avaliada em 1 milhão de dólares canadenses (cerca de R$ 1,69 milhão) em um restaurante de pizzas para viagem.
Segundo a polícia, o dono da pizzaria Pizza Gigi, Salvatore “Sammy” Crimi, de 57 anos, vendia a droga de dentro do restaurante.
Investigadores conseguiram um mandado de prisão contra Crimi após observar vários clientes que entravam e saiam sem levar qualquer comida.
Em um comunicado, a polícia disse também ter apreendido crack, ecstasy e 8 mil dólares canadenses (cerca de R$ 13,5 mil) no local.
Investigação
O restaurante, popular entre os estudantes da Universidade de Toronto, funciona no mesmo local há 30 anos e era famoso por ficar aberto até as 4h da manhã.
O policial Wendy Drummond disse à BBC que a pizzaria está localizada em uma área residencial e que a investigação teria sido iniciada após denúncias de vizinhos.
O dono da pizzaria deve responder agora a um processo sob 15 acusações de posse e tráfico de drogas.
Apesar da simplicidade do restaurante, a Pizza Gigi havia sido eleita recentemente pela revista canadense NOW como uma das cinco melhores pizzarias de Toronto.

0 comentários:

Postar um comentário